Caixa de alfinetes, Tetris e procrastinação

Um dos objetos inusitados que levo pras minhas aulas como estudante de arquitetura é uma caixa de alfinetes, objeto muito útil pra prender pedaços de isopor em maquetes de estudo e usar como caule de árvores em escalas muito pequenas. Como ela é feita de um papelão muito fininho, já se desfez há muito tempo e hoje em dia ando com alfinetes espalhados pelos bolsos da minha mochila, um furo no dedo toda vez que eu tento pegar alguma coisa lá dentro. Esse desleixo com um objeto pequeno do meu dia-a-dia, me fez pensar no tanto de coisa que a gente deixa machucar a gente por pura preguiça de arrumar um pouco as coisas. Continuar lendo

Por onde andei em: fevereiro/2017

Fevereiro, carnaval, época de colocar as séries e leituras em dia né? Mais ou menos, com a internet aí pra fazer a gente se distrair, fica difícil. Enfim, vem comigo ver o que rolou nesse lado da internet em fevereiro.

Assistindo…

Drugslab – Holandeses lindos experimentando drogas sugeridas pelos comentários. Parece o tipo de coisa feita só pra chamar atenção mas, na verdade, o Drugslab é Continuar lendo