Explorando narrativas dentro do insta-stories

Durante 2017 passei a usar mais o stories do instagram. É um formato interessante pra postar coisas mais espontânes, desenhos em progresso e outras coisas sem poluir o feed com fotos do seu almoço, por exemplo.

Mas senti que a plataforma poderia ser usada de uma forma um pouco mais criativa e ainda Continuar lendo

Anúncios

Amorzices: o que eu amo nessa época do ano não é muito natalino

Desde pequeno, sempre gostei muito dessa época de fim de ano: férias, natal, ano novo, tudo junto numa coisa só. Me amarro na comida natalina da minha mãe(basicamente os doces mais doces que eu amo) e em filmes de natal e todos os clichês envolvidos. Mas umadas coisas que mais curto nessa época do ano não é tão relacionada assim ao natal pra maioria das pessoas.

Uma coisa que eu amo e passa por todos os meus natais é que essa é sempre uma época em que eu desenho freneticamente. Desde muito novo, esperava ansiosamente pelas férias de fim de ano que são as mais compridas pra poder passar mais tempo desenhando em casa.

Desenho desde que me entendo por Continuar lendo

“Ana Maria Braga – Sou Eu”: uma jóia perdida da música brasileira

Estava na minha habitual passeada pelo twitter outro dia quando um amigo  tuítou a seguinte música:

Atenção especial ao primeiro minuto da canção em que nossa querida apresentadora diz:

Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro. Ame seu ofício com todo coração. Persiga fazer o melhor. Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como consequência. Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser nem um grande bandido, nem um grande canalha. Napoleão não invadiu a Europa por dinheiro. Hitler não matou 6 milhões de judeus por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro.

Continuar lendo

Amorzices: como eu acompanho blogs?

Bom dia, internet. Falei em algum post recente que voltei a acompanhar blogs no estilo old school da coisa. Embora os blogs nunca tenham morrido pra valer, é notável que a relevância deles nesse formato mais pessoal diminuiu um pouco e muitos se converteram ao formato de vlog. Não acho que essa migração seja de todo ruim mas sinto falta de ver conteúdo em formato de texto e fotos, muito pela nostalgia da minha adolescência lendo blogs mas também por sentir que manter um blog  como um diário é um gesto de carinho com os leitores.

Nessa vibe de espalhar amor pelos blogs, as maravilhosas Melina, Loma e Maki(que foram indicadas no meu último “por onde andei em”) começaram o projeto de blogagem coletiva “Amorzices” pra recuperar um pouco um amor pela Continuar lendo

50 coisas sobre… é, esse cara aí mesmo

A moda de fatos já passou no facebook e no youtube, então pra ser diferentão, tô aqui contando uns fatos sobre mim.

1) Desde pequeno, queria ser médico. Desisti da ideia quando cheguei ao ensino médio e conheci Química e Biologia.

2) Na minha busca por descobrir o que faria da vida, cogitei Matemática, Pintura, História e Engenharia. Hoje eu curso Arquitetura.

3) Não gosto muito de falar com estranhos. Tenho medo até. Continuar lendo

O que você carrega todo dia? #everydaycarry

Dia desses no meio do ano, eu tava de bobeira pelo explore do instagram e descobri uma parada que explodiu minha cabeça. Um perfil chamado @everydaycarry que como o nome diz, tem como proposta mostrar o que as pessoas carregam todo dia. Se liga só no que tem por lá.

Tirando o fato de que os americanos adoram exibir suas armas na parada, fuçando sobre o assunto, descobri que existe toda uma cultura em volta disso e com uma rápida checada na tag #edc no instagram ou no subreddit dá pra ver que tem bastante gente nessa vibe. Fiquei fascinado porque o EDC é de certa forma uma expressão de quem você é, o que você carrega todo dia diz bastante sobre sua personalidade, se você é prático e gosta de andar leve ou se é do tipo que gosta de estar preparado pra tudo. E achei incrível que só uma olhada nos bolsos fala isso tudo.

Pra não ficar divagando sobre o EDC dos outros, vou mostrar um pouco do que eu carrego por aí.

O primeiro setup é o que eu usei durante meu intercâmbio nos Estados Unidos(tô devendo texto aqui, eu sei), saía muito de ônibus/metrô pra desenhar, então meu set tinha que ter uma certa praticidade e ao mesmo tempo me permitir usar diversas técnicas de desenho. Tinha o seguinte: Continuar lendo

O ABC dos Arquitetos

Fala galera! 2013 já começou com tudo e eu estou aprontando umas novidades aqui pro blog. Mas enquanto não tem texto novo, deixo aqui um vídeo muito joinha que achei hoje nas minhas andanças pela terra sem lei que é a internet.
É muito bacana porque, sendo estudante de arquitetura, reconheci as obras dos arquitetos mostrados mas, se você não é da área, vale a pena assistir só pela arte do vídeo que é muito legal.
Aperta o play e assiste aí!