Felicidade

Dei bom dia a um estranho e ele me respondeu sorrindo. Fiz o caminho mais longo até a estação de trem e o vento era fresco nas ruas por onde andei. Vi meu reflexo numa poça d’água e não me odiei.

Voltando pra casa no metrô, encontrei uma velha amiga. Conversamos sobre o tempo em que nada
nos aborrecia: sons, cores, cheiros, qualquer coisa trazia um novo velho sorriso.

Ouvi minha banda favorita no rádio da padaria, mais gente sorrindo mesmo com o céu ficando cinza.

Tomei o café da tarde com a minha mãe: coisa que há tempos não fazia.

Ser feliz é muito mais fácil do que todo mundo diz.

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Felicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s