Fuga em ré menor (1º movimento – Grave)

No canto do quarto
Ela chorava em ré menor
Metamorfoseava sua dor
Metaforizando-a em versos

Anotações na folha pautada
Semicolcheias, colcheias cheias da pretensão
de preencher, aos poucos, o silêncio

Colocava na partitura
A parte dura de seus dias
Tentando harmonizar nas escalas naturais
O acidente que achava que era sua vida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s